Você não precisa usar roupa cara pra ser estilosa

É fato: ter estilo está na moda.
Mas, desde que criei o Modelando, vejo uma coisa que me incomoda bastante: as pessoas achando que para se ter um estilo, é preciso grana.

Não é bem assim.

Explico: para começar, estilo NADA TEM A VER COM A ROUPA QUE VOCÊ VESTE. Pasmem, mas vai muito além do look do dia. É uma coisa que existe para você se encontrar, e de uma maneira que te agrade, expressar quem você é através da sua roupa. Vem de dentro pra fora. A famosa frase: a moda passa, o estilo fica.

Dentro da consultoria de imagem e estilo, existem os 7 estilos universais, que são: Clássico, Natural/Esportivo, Dramático Urbano, Romântico, Tradicional, Sexy e Criativo. E são eles que vão te auxiliar a encontrar aquela peça que faz você se sentir bem, bonita e confortável. Por isso que às vezes, quando a gente vê uma peça maravilhosa, mas, quando colocamos no corpo, achamos HORRÍVEL. Isso mostra que, por mais linda que seja, aquela peça não está dentro do nosso estilo universal.

Mas esse é um conceito geral que posso voltar a falar com mais riqueza de detalhes em uma outra hora. Pincelei para vocês terem uma noção de que é o estilo pessoal de cada um que vai dizer quem somos através das nossas roupas. E, para chegar nele, não é simples, não é uma questão de: me sinto melhor com essa roupa, sou romântica. Não. Rola todo um estudo, uma pesquisa e uma experiência de autoconhecimento.

Resultado de imagem para gif o diabo veste prada


Eu encontrei o meu estilo pessoal estudando Consultoria de Imagem e Estilo. E olha, não foi fácil. Foi um momento bem intenso, de me redescobrir, descobrir e conhecer. De me entender, me aceitar, amadurecer e só então pensar: é esse estilo que faz eu mostrar as pessoas quem eu sou.

Entendem? Estilo é quem você é, e a roupa que você usa, mostra para as pessoas o externo disso. Mas ele vem de dentro. É uma questão de autoestima, autoconhecimento e amor. Não de quem veste a roupa mais bonita ou a composição mais bacana.

Por isso, volto ao título desse post e digo: NÃO TEM NADA A VER COM DINHEIRO. Me dói ver pessoas compartilhando ostentação para se vestir, e mais ainda ver aquelas que não tem como ostentar todo o luxo que “é esse mundo da moda” (entre aspas porque não é), e acabam se endividando, fazendo loucuras para ter uma chanel no guarda-roupas e dizer: eu sigo a moda.

Se for assim, não siga a moda, siga seu coração.
Eu encontrei o meu estilo pessoal e mostro quem eu sou comprando roupas em brechós. Monto um look de 20,00 e não me sinto menos fashion por isso.

Mas Nat, as tendências são sempre caras: mas elas não foram feitas para ser necessariamente seguidas. E tudo no mundo da moda é adaptável e, principalmente, renovável. A tendência de hoje, já foi tendência há séculos atrás, pode apostar. Recentemente eu comprei uma PANTACOURT a 4,00 em um bazar. Acreditam?

Fiz esse post para mostrar um pouquinho que todo esse mundo de grana dos blogs e grandes marcas, muitas vezes não querem dizer absolutamente nada. Não precisa se sentir menos por isso, não precisa deixar-se abalar.
Você é bonita com a roupa que pode comprar.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo

Categorias

Voltar ao topo