O ano de 2019 está chegando ao fim. Ele foi de muito aprendizado, mudanças e reflexões. Por isso, uma pulguinha não saiu de traz da minha orelha: a do consumo desenfreado. Li bastante sobre o assunto, me inteirei muito sobre os impactos do mercado da moda no meio ambiente e preciso dizer: me assustei. Em segundo lugar no ranking de mais poluente do mundo o mundo fashion este ano pareceu despertar para isso. Inúmeras marcas buscaram maneiras conscientes de vender e formais mais sustentáveis de produzir.

Mas, para que esse ciclo se torne cada vez mais positivo, nós, consumidores, precisamos fazer nossa parte. Por isso, para 2020, a ideia de ser mais consciente é uma das minhas maiores metas. Para conseguir, fui atrás de maneiras de, na prática, ser mais sensata no consumo. Compartilho com vocês para, juntos, criarmos uma corrente de consciência que pode, literalmente, mudar o mundo que vivemos.

1) Organize seu guarda-roupas: Com preços amigáveis, facilidade de pagamento no crédito e afins, nós tendemos a comprar muito além do que precisamos. Na hora de compor um look, muitas vezes, nem sabemos o que temos no guarda-roupa. Por isso, a primeira coisa é se organizar. Vá até seu armário, tire tudo, experimente, tente pensar na peça X composta com a Y e vá separando em pilhas: para doar, para ficar. Excessos não são bem-vindos, é preciso manter o que de fato será aproveitado.

2) Customize: As vezes a peça original de fábrica já cansou. Mas customizar é sempre uma boa opção. Uma calça pode virar short, uma blusa se torna um cropped, uma jaqueta se transforma em colete e por aí vai… no youtube você encontra vários tutoriais fáceis de fazer.

3) Defina seu estilo: Cada um tem o seu, mas facilita saber a base do nosso gosto. Existe, na consultoria de imagem, 7 estilos universais e vale a pena ler sobre ou até mesmo buscar uma personal stylist para te ajudar a descobrir o seu. Depois disso, comprar uma peça vai ser muito mais fácil.

4) Busque sempre peças coringas: Peças básicas, neutras e que são fáceis de combinar é a chave para um guarda-roupas consciente. Uma camisa branca, de qualidade; uma calça jeans cor jeans; uma blusa de frio, blazer ou cardigã preto; Um sapato básico que combine com vários recortes de roupa e etc.

| Leia também: Você tem consumido a moda de forma consciente? |

5) Veja a roupa como um investimento: Pesquise bem a loja, observe bem a peça para ver se ela vale o preço que você vai pagar. Opte sempre por roupas bem-feitas, com forro, costura boa, tecido de qualidade para que ela dure bastante no seu guarda-roupas. Nem sempre o valor vai ser amigável, mas às vezes é melhor pagar um pouquinho a mais na peça com a garantia de que ela tenha uma vida longa pela frente.

6) Não compre no impulso: se organize bem. Se tem um evento especial e acha que ele merece uma roupa nova, tudo bem, mas antes, dê sempre uma pesquisada no seu guarda-roupas. Tente organizá-lo de uma maneira que você consiga ver todas as suas peças e lembrar de todas. Outra coisa que eu adoro fazer: pegar emprestado. Com as primas, irmãs, mãe, amigas. Fazer uma troca é sempre uma boa opção, além de econômica.

7) Bazar&brechó – a dupla perfeita: Nada disso de que roupa usada não é uma boa. Existem muitas peças bonitas e conservadas em bazar. E o melhor de tudo é que são vendidas a preço de banana. Comprar itens de segunda mão é uma maneira muito simples e prática de consumir de forma consciente.

8) Seja criativo: muitas vezes pensamos que não temos o que vestir porque não temos a criatividade de montar um look. Por isso, crie pastas de inspirações no seu computador ou celular. Salve fotos de looks que você gostou para se inspirar. Instagram, Tumblr e Pinterest são ótimos aliados nisso.

De um modo geral e prático, essas dicas vão nos ajudar bastante. No mais, desejo que 2020 seja lindo fashion e especial! Tudo isso, claro, com muita consciência. A frase clichê agora é muito necessária: “Devemos ser a mudança que queremos ser”! Começa por nós.

  1. Maria Eduarda | Lumusiando jan 03, 2020

    Olá!
    Eu amei as dicas, eu estou sempre tentando me conscientizar o máximo, mas ainda assimé difícil. Parabéns pelo post.

    Feliz ano novo!
    Beijão!
    Lumusiando

    • natalia jan 04, 2020

      sim, é difícil mesmo… é uma prática quase que diária!
      obrigada, feliz ano novo tbm! abraços!

  2. Edgar jan 03, 2020

    Adorei a matéria! Mas não comprar por impulso é a mais dificil para mim rsrss!

    • natalia jan 04, 2020

      é complicado mesmo, concordo com vc!

  3. Joana Darc jan 04, 2020

    oi!
    Parabéns pelo post 🙂 hoje em dia é super importante ter um consumo consciente e pensar no meio ambiente…

    • natalia jan 04, 2020

      sim, é urgente!

  4. Janaina Braga jan 04, 2020

    Oi, quantas dicas valiosas!!! Estou nessa pegada agora em 2020, sou extremamente consumista, e estou nesse momento de reflexão. Vou começar com uma sugestão sua…. pelo guarda-roupas

    • natalia jan 04, 2020

      é de suma importância refletir… faz uma limpa, doa algumas coisas e tal.. faz um bem danado!

  5. Alice Martins jan 05, 2020

    Olá,

    Essa questão do consumo consciente é uma das principais questões que estamos enfrentando, então ter dicas para lidar com isso se torna muito importante. Estou nessa fase de começar a entrar de cabeça nessa questão e seu post já me ajudou bastante. Vou inciar fazendo a limpa no meu guarda-roupa e aplicar as demais dicas na minha vida. Parabéns pelo post, muito bom mesmo!

    beijos!

    • natalia jan 09, 2020

      que bom, Alice.. vale muito a pena! beijos!

  6. Pensamento Literário jan 10, 2020

    Oi!

    TUdo bem?

    Não sou muito vaidosa, mas gostei demais das suas dicas. Achei práticas e lógicas. O consumo consciente é muito importante.

    Beijos!

    • natalia jan 30, 2020

      o consumo consciente vai além da vaidade, se tornou necessidade.. fico feliz que tenha gostado! abraços!