24 jul

Eu já falei aqui sobre a Orange Fiber, uma seda feita do bagaço da laranja e que não maltrata os animais em sua produção. Agora, as frutas também dão origem a um material que é muito usado no mercado da moda: o couro, que pode ser feito a partir da fibra de celulose extraída da maçã e do abacaxi. A proposta é perfeita pois não produz lixo nenhum, visto que a indústria alimentícia utiliza a polpa da fruta e a matéria prima usada para o couro é proveniente da casca.

A marca Zilver, de Pedro Lourenço, foi uma das primeiras a aderir esse couro através da profissional Alexandra Farah, que criou uma bolsa a partir do Piñatex, que é feito com a coroa do abacaxi e importado pela Asha Eco Based Company, do Rio Grande do Sul. “É prestar atenção no mundo além da nossa bolha, nutrir sentimentos e imagens internas de generosidade e estudar e pesquisar muito”, disse Alexandra em seu instagram.

Mas, “nem tudo são flores” e produzir com essa matéria prima não é nada barato. Paga-se cerca de €50 por metro do Piñatex + taxa de importação No caso da Zilver, a Mini Shopping Bag Abacaxi – que foi criada em quantidade limitada -,custa R$ 2.430, já a saia de couro de maçã sai por cerca de R$ 3.800. É caro, mas uma iniciativa importantíssima, não é mesmo? Seguimos esperando que a popularização desse novo couro seja rápida.