09 set

Conforto e praticidade são as principais características da rel=”sponsored” moda fitness. Mas, engana-se quem pensa que esses looks são exclusivos para usar na academia ou na hora da atividade física. A relação com o corpo e o mundo esportivo já fazem parte do universo fashion e tem ganhado espaço, inclusive, em grandes desfiles.

Marcas importantes de fastfashion e e-commerces tem se atentado a essa tendência e dedicado um espaço para a moda fitness. O fomento dessas peças fez crescer também a oferta de marcas exclusivas para o segmento.

Para a stylistPatidaMauad a moda fitness tem sido repaginada. “Os clientes ficaram mais exigentes. Era tudo muito óbvio esteticamente falando. Os tecidos tecnológicos chegaram com força total e provam a necessidade da atualização das peças com recorte, estilo, consciência e conforto”

A oferta de diversas modalidades esportivas também incrementa o mercado fashion fitness. “Não dá para achar que a legging que você anda de bike vai ser a mesma que você faz ioga. Outro ponto são as faixas etárias que estão cada vez mais diversas e com perfis diferenciados de consumo”.

Os tecidos mais comuns, segundo a stylist, são poliamida, viscolycra e malha fria. E, como novidade do mercado, há os tecnológicos, como energy, dryfit, supplex, savyon e infra emana. Na hora de escolher a peça para malhar, o ideal é optar pelo conforto e liberdade. “Principalmente nas peças usada exclusivamente para malhar, academia não é passarela”.

Mas, Patida elucida que tem como as peças serem bonitas.“A dica que dou é evitar peças com muita informação. Mistura de tecidos, texturas e estampas que cansam só de olhar. É legal ter peças de cores básicas e algumas nas cores que você gosta. Isso proporcionará belas misturas”.

A interação da moda como estilo esportivo, possibilita compor looks fora da academia. “A mistura desses detalhes já vem acontecendo há um tempo. O mais importante é escolher peças com seu estilo, dia a dia e com as atividades que você faz na sua rotina. Um exemplo dessa mescla são os tênis como peças chiques e que invadem as festas”.

A dica do momento, na opinião da especialista, é sobreposição. “Dá para montar vários looks modernos. Uma mistura entre calça de moletom, top, camiseta e um cardigã é uma composição interessante. Legging com top, e por cima um vestido longo e tênis. Aqui, a mesma versão pode ser usada com saia e camiseta, ou jaqueta”.

Mas a principal dica é: busque qualidade. “Faça valer sua compra com peças boas e marcas que sejam conscientes. O mais importante é investir e consumir com moderação”.

Conheça alguns modelos de peças da moda fitness:

Legging – Democrática e versátil, a legging é a melhor amiga da mulher na hora de malhar. Ela combina com quase todos os esportes, mas, é preciso ficar de olho na qualidade e força da peça, principalmente para quem opta por modalidades mais pesadas. No dia a dia, ela é bem-vinda com batas, camisas mais larguinhas e combina com rodos os tipos de sapatos.

Topper – Ideal para sustentar o peito na hora da ginástica. Na academia, ele cumpre melhor esse papel do que o sutiã. Para as mulheres com busto maior, pode ser uma boa pedida no dia a dia. Mas, de um modo geral, são confortáveis e leves.

Bermuda de ciclista – Ideal para os dias mais quentes. Todo mundo foi surpreendido quando as bermudas ganharam forte destaque no mundo da moda nos últimos meses. Tendência dos anos 90, celebridades como Marina Ruy Barbosa chegou a usá-la no dia a dia e até mesmo em eventos noturnos.

Body – Confortável, a peça combina com todas as ocasiões, todos os climas e com qualquer horário. Na academia, claro, a peça traz estilo e muito conforto. As mulheres com muito busto devem ficar de olho na sustentação da peça.

Calça pantalona ou jogger – Muito confortável e democrática. Essa peça tem sido usada até mesmo em eventos de moda. Seja com topper, com um cropped, camiseta, camisas mais larguinhas e até mesmo social. Da academia, ao trabalho ou outros eventos, a peça traz um ar moderno e dramático ao look.