23 set

Levanta a mão quem nunca torceu o nariz para uma rasteirinha. Por muito tempo esse modelo de sapato fez alusão a composições mais simples e básicas. Mas, a primavera chegou e com ela começa a temporada quente do ano. As temperaturas estão subindo e é nesse momento que as peças pesadas do outono/inverno abrem espaço para a leveza e fluidez de vestidos e saias. No quesito sapato, também é hora de se adaptar, tênis e botas devem ir para o fundo do guarda-roupas e a opção ideal é um sapato confortável e fresco. Por isso, se tem um modelo que se torna nossa melhor amiga no calor é, sem sombra de dúvidas, as rasteirinhas.

Quando a gente fala de conforto, elas logo vêm à mente. Além de ajudar a aliviar o calor em dias mais quentes, se acharmos um modelo que sirva certinho no nosso pé, podemos usá-las por horas sem machucá-los ou fazer a nossa perna doer.

Por muito tempo, as rasteirinhas eram restritas a praia, clube ou algum evento mais simples, como um churrasco com os amigos ou um rápido passeio no shopping cujo as composições não precisavam ser elaboradas ou elegantes. Com as mudanças do mercado, os modelos têm sido repaginados e ofertados de maneira bem democrática e diversificada. A evolução do mundo da moda fez surgir rasteirinhas cada vez mais versáteis e que abrangem todos os estilos e eventos do dia a dia, independente do horário.

A consultora de imagem e estilo Paula Martins atribui essa mudança no uso das resteirinhas à preocupação que o mercado da moda criou pela qualidade de vida e conforto, quesitos que são muito procurados pelas consumidoras atualmente. “Isso é uma evolução da quebra de padrões. Antes, eventos sociais e noturnos exigiam saltos nos pés, hoje busca-se conforto aliado à elegância. As rasteiras não são mais sinônimo de desleixo ou de algo simples, pelo contrário, as marcas de calçados investiram muito em modelos clássicos e chiques que cabem em todas as ocasiões”.

O modelo de sapato tem a característica essencial para o verão: leveza. “Os pés ficam de fora o que nos traz uma imagem mais básica e fresca. Isso também acontece com as roupas ofertadas na temporada primavera/verão e hora de priorizar peças mais confortáveis sem perder o estilo”.

Na hora de adquirir esse tipo de sapato, é preciso estar atenta ao estilo pessoal. “Além do conforto e, claro, a ocasião em que o modelo será usado. É preciso pensar antes da compra: É para uma festa? Para o dia a dia? É para combinar com tudo? Hoje em dia podemos encontrar diversos modelos e formatos que casem exatamente com o que a gente procura e que componha vários looks, seja diurno ou noturno”.

A consultora deixa uma dica. “Opte sempre por peças mais leves e fluidas para combinar com a rasteirinha. Independente se é um evento mais formal ou informal. Saias, vestidos, pantacourt, shorts e bermudas são uma ótima pedida e são também a cara da estação, empregando conforto ao look sem perder o estilo, elegância e frescor característicos dessa temporada que está apenas começando”.

Dica da Nat: algumas características da peça devem ser levadas em consideração se você gosta de valorizar o corpo através da roupa. O peito do pé a mostra – comum nas rasteirinhas – alonga a silhueta. Uma dica que dou é optar por cores próximas ao tom da sua pele. Dessa forma, o efeito de perna mais alongada e mais altura será ainda mais evidente. No mãos, trata-se, de fato, de um modelo de sapato perfeito para o dia a dia e calor.