01 nov

Eles surgiram na Mesopotâmia e, na época, eram restritos aos soberanos. Mas, com o passar do tempo, foram ficando populares e hoje podem até mesmo ser considerados peça chave na composição de inúmeros looks. Estamos falando dos sapatos, cuja relação com as brasileiras é estreita. Dados apontam que, em média, as mulheres têm pelo menos 19 pares no closet, 15% afirma ter mais de 30. Na hora de escolher vale de tudo: ocasião, cor, conforto e preço. Mas você sabe quais são os modelos de sapatos femininos mais populares entre as brasileiras? Eu te conto:

Sandália plataforma: A cara das mulheres que vivem em um país tropical. A sandália plataforma é, sem sombra de dúvidas, um modelo ideal para a temporada de primavera e verão. Mais adequada para looks diurnos, a peça é democrática e combina com quase todos os estilos. Pode ser usada em composições mais básicas como jeans skinny e camiseta e também em composições mais sofisticadas como camisa de alfaiataria e saia midi. Saias e vestidos em tecidos fluidos também formam o match perfeito com esse modelo de sapato.

Bota montaria: Originalmente criada para praticantes de hipismo, não demorou muito e a bota de montaria ganhou espaço no guarda-roupa do dia a dia. O modelo é ideal para um dia nublado e frio e pode ser combinado com vestidos e saias fluidas. Esse tipo de bota também combina muito com leggings, calça jeans e shorts. A composição fica perfeita quando finalizada com uma parka, casaco ou até mesmo um maxicardigã.

Coturno: Esse modelo de bota foi “emprestado” do guarda-roupa masculino. Em uma vibe que mescla o rocker e o militar, os coturnos ganharam um boom no mundo da moda e agora faz parte do closet das mais fashionistas. Os looks com esse modelo nunca passam despercebidos devido a sua tendência utilitária e por serem bem despojados. Mas, diferente do que parece a coturno é fácil de combinar e é bem democrática. Aposte em vestidos curtos ou até midi, calça pantacourt, shorts, saias e também calças leggings ou jeans.

Flats: A “prima rica” das rasteirinhas é bastante popular no Brasil, afinal, quem não curte um sapato que traz estilo e conforto ao look de uma vez só? O modelo é democrático, combina com todos os estilos e roupas, mas requer atenção em relação à ocasião em que será usada. O ideal é deixá-la para eventos diurnos e mais simples, mas, se em um evento noturno ela for sua opção, opte por peças de predaria com um ‘q’ mais elegante.

Ankle Boot: Esse modelo de bota detém o poder de modernizar qualquer look. Ela combina perfeitamente com as mulheres de pernas finas e alongadas, isso porque as ankle boots achatam a silhueta e, por isso, pode não ser uma boa opção para as mulheres mais baixas. Para não causar esse efeito, o ideal é utilizar com uma legging da mesma cor, ou de um tom bem semelhante. Para as mais altas, saia e vestido também é uma boa pedida.

Open Boot: A diferença entre este modelo e o citado anteriormente é que aqui, a bota se apresenta com recortes estratégicos. A open boot pode ser aberta na frente, mostrando os dedos e/ou atrás. O modelo segue a mesma linha da ankle boot, ou seja, achata a silhueta e deixa a gente mais baixinha. Mas como nada é proibido no mundo da moda, vale a regrinha de usar tons semelhantes. Além disso, calça e saia de cintura no lugar (cós alto) e vestidos que marcam a cintura auxiliam a dividir o corpo corretamente e cortar o efeito achatado do modelo.

Sapato meia pata: Caracterizado por ter a sola do sapato alta, dando sustentação para a parte da frente do pé, a meia pata é uma “falsa plataforma”. Mas, não há como negar que esse modelo é a união perfeita entre conforto e elegância. Muito democráticos, podem ser usados com qualquer tipo de peça, mas, em alguns momentos, você pode preferir o modelo com a frente aberta, ou fechada. Fica a critério.

Scarpin: Icônico no mundo da moda, o scarpin, infelizmente, não é um modelo confortável. Por isso, o ideal é evitar usá-lo em ocasiões onde ficaremos muito tempo de pé. O ideal é optar por um modelo mais discreto se seu look for mais extravagante e vice-versa. Mulheres com o estilo mais tradicional costumam ser mais adeptas a esse modelo que combina com todos os tipos físicos.

Pump: Popularmente conhecido como “sapato boneca” o pump é um modelo extremamente romântico. Por isso, mulheres com o estilo mais sexy e dramático tendem a não conseguir usá-los devido a sua delicadeza. O modelo pode ser combinado com calça e short jeans, saias e vestidos fluidos.

Sapatilha: Por último, mas não menos importante, as sapatilhas fazem parte do guarda-roupa de quase todas as brasileiras. Ela é aquela modelo que transita em todos os estilos e vai se adequando a cada um. Para as mais românticas, bico arredondando, laços e fivelas delicadas. Para as mais dramáticas, bico fino e pedraria. Fato é que a sapatilha é bem-vinda em inúmeras ocasiões, seja diurna ou noturna. Elas combinam com a maioria das peças, mas requer atenção ao ser composta com vestidos, saias longas, calça pantalona e calça flare.